© 2018 GBA Facilities

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook Social Icon

Produzido e mantido por FSTN Marketing

July 18, 2018

Please reload

Posts Recentes

STF mantém fim da contribuição sindical obrigatória

July 6, 2018

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

Inteligência artificial e Blockchain - A dupla dinâmica para 2018

19 Feb 2018

O crescente uso da tecnologia Blockchain em serviços financeiros incluirá uma dose de Inteligência Artificial, uma vez que as novas técnicas automatizadas de Analytcs procuram padrões nos dados sobre pessoas, contratos e transações. Essa fusão de duas recentes tendências de tecnologia é uma das previsões feitas pelo Scott Zoldi, Chief Analytics Officer da FICO, e também um reconhecido especialista no campo da Inteligência Artificial.

 

 

Além da associação com criptomoedas, a tecnologia Blockchain logo registrará ‘cadeias temporais de eventos’, como as que são aplicadas em contratos, interações e ocorrências", destaca o executivo. "Pense em alugar um carro. No futuro, você poderá caminhar até o carro para alugá-lo, mas fará isso com um microcrédito que já está aprovado para o aluguel, por digamos, uma tarde. Este microcrédito terá contratos de seguro anexados ao Blockchain e um histórico codificado dos motoristas anteriores, eventos e manutenção do carro. À medida que você atravessa a cidade e interage com vias pedagiadas e estacionamentos, todas essas informações serão automaticamente registradas e monitoradas no Blockchain. Ao sair do carro, a locação é finalizada e se torna um evento auditável na cadeia. Esses tipos de cadeias de eventos de dados criarão novas oportunidades para análise de gráficos e novos algoritmos de inteligência artificial que consumirão dados de relacionamento em alta escala", comenta Zoldi.

 

Além disso, as cadeias de eventos de dados criarão novas oportunidades para análise de gráficos e novos algoritmos de IA para consumir dados de relacionamento em escala. Pense na sua interação diária com dinheiro, pessoas, lugares e coisas. A maioria dos dias é relativamente rotineira, mas algumas cadeias de eventos ocorrem com novos significados, talvez indicando atividade de lavagem de dinheiro, fraude, oportunidades de prevenção de suicídios e muitos outros. Claramente, a compreensão dessas redes de relacionamentos de eventos irá adicionar mais informações a qualquer análise de comportamento.

 

O especialista, que lidera a equipe que  desenvolve os Analytcs de Inteligência Artificial da FICO para soluções como gerenciamento de fraude e segurança cibernética, também vê um aumento no que ele chama de "IA defensiva". "Os que atacam, usarão Inteligência Artificial e Machine Learning para contornar os sistemas que protegem as empresas, " disse. "Esta corrida armamentista, na qual os criminosos se armaram com Machine Learning adversária, confronta as previsões de segurança de muitas grandes empresas que aposta na IA apenas para proteção. Em 2018, veremos novos sistemas que sinalizarão seus resultados com "falsas assinaturas" para enganar, confundir ou identificar os invasores que aprendem com as resposta do sistema IA".

 

Além disso, à medida que os chatbots fiquem mais inteligentes e usem mais IA, eles não só nos entenderão melhor, mas também serão melhores em nos manipular, prevê Zoldi. "Ao entender rapidamente o tom, o conteúdo e os caminhos de conversação previstos para cumprir vários objetivos, os chatbots usando IA também poderão aprender palavras mágicas para influenciar nossa atitude, ações e possivelmente suscitar reações em massa", escreveu ele.

 

Outras previsões para IA em 2018 são:

 

1 - A IA terá que se explicar.

"A necessidade de Explainable AI (XAI) é catalisada por regulações como o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (GDPR), que solicita explicações para decisões baseadas em scores, incluindo aqueles produzidos por sistemas de IA e ML”. Nós lidamos com esse desafio na tomada de decisões de fraude e risco de crédito, mas, ao usar o ML em várias indústrias, existem conjuntos inteiros de algoritmos explicativos propostos que são corretos, ineficazes ou errados. Sob o GDPR, é imperativo que as empresas possam explicar corretamente os processos de decisão dos sistemas AI e ML.

 

2 - A IA irá criar super-humanos.

"Se ela já está desenhando a informação para que possamos ser super-humanos na investigação, recuperação de dados ou melhorando a forma como aprendemos novos tópicos, a IA aumentará nossa capacidade de processar novas informações. A questão será se nossos cérebros humanos vão atrofiar, melhorar ou simplesmente evoluir para a taxa e freqüência de dados ".

 

3 - A IA irá se operacionalizar.

"Em 2018, as empresas se concentrarão na operacionalização da IA, particularmente na nuvem, para criar, refinar, implantar e aprimorar os ambientes de Machine Learning".

 

FONTE: cio.com.br

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga